Geral
ARTIGO: Sempre haverão pessoas com problemas maiores que o seu

Agradecer mais e reclamar menos! A gente ouve e lê sobre isso todos os dias, mas, insiste em reclamar por pouca coisa e até ficar triste/deprimido por algo que comparado a outras problemáticas, é grão de areia.

 Vou resumir um pouco do que me ocorreu esta semana. Em virtude de um procedimento químico capilar realizado em casa, tive algumas consequências, como quebra de cabelo. No entanto, a situação foi contornada, mas, eu, sempre vaidosa, fui ao salão e insisti para minha cabeleireira realizar um processo de descoloração, por não estar contente com a cor do meu cabelo. Após tentativa, não conseguimos realizar o feito, pois, se insistíssemos, resultaria em uma nova quebra e a solução seria escurecer mais ainda ou passar a tesoura.  Estava eu sofrendo e triste por não ter conseguido o tom que eu desejava para os cabelos.

Hoje, recebo a notícia de que a filha de uma amiga, de apenas 5 anos de idade, está internada em um hospital em Curitiba, pois foi diagnosticada com Leucemia Linfoide Aguda. Fiquei sem chão! Por ser próxima à mãe e por imaginar o quanto não está sendo fácil para a família e principalmente para Mariana, uma criança meiga, linda e doce.

 Me senti inútil e fútil.

 Às vezes a gente pensa que nossos problemas são problemas, mas, quando se depara com situações bem mais graves, a gente cria vergonha e agradece a Deus pela vida que tem e pede a ele forças para poder ajudar a quem precisa.

 Sim, pedimos força porque a família está precisando de ajuda para custear as despesas do tratamento da pequena Mariana. Por aqui sigo planejando leilões virtuais e outras formas de mobilizar a sociedade para unirmos forças e juntos ajudá-los, pois não sabemos o dia de amanhã.

 Portanto, se você acha que o seu problema te incomoda, analise as pessoas que estão (ou não) à sua volta. Lembre-se daqueles que estão num leito de hospital acamado e lutando pela vida. Temos saúde, somos perfeitos e nada nos impede de agradecer mais e reclamar menos!