Mídias Sociais
SER DIGITAL INFLUENCER É ESTUDAR SOBRE O PRODUTO E A EMPRESA DO CLIENTE

Na era das plataformas digitais, muitos se encorajam a tentar espaço. Logo, é cada vez mais crescente o número de figuras públicas nas redes sociais, exercendo funções de digital influencer.

Alguns almejam ingressar neste mercado para obter uma fonte de renda extra ou até mesmo principal, já outros, apenas vislumbram fama e status. Logo, ´sobreviver´ neste ou deste meio não é fácil, pois é preciso se reinventar a cada dia para entregar conteúdo de qualidade para as respectivas audiências, de modo que não fique chato e repetitivo, principalmente quando é preciso mesclar anúncios comerciais.

Aos poucos o comércio está investindo nesta opção de mídia, que, além de ter uma chance ampla de visibilidade e retorno, o investimento é acessível. Mas, em contrapartida, é preciso analisar atentamente o perfil da figura a ser contratada, e, principalmente, avaliar o conteúdo publicado.

Para estar neste mercado, a busca pelo conhecimento deve ser constante, haja vista, que, as plataformas passam por constantes atualizações, a competitividade está aumentando e o comércio está mais exigente. Além disso, a partir do momento que assumimos o compromisso com uma empresa, estamos com sua marca comercial em mãos, e, muito mais que zelo, é imprescindível ter responsabilidade com o maior patrimônio de um empreendedor.

Eu tenho como mantra estudar sobre o produto do cliente e saber da história da empresa e do empresário. Desta forma, quem nos contrata se sente confortável com esta iniciativa e essa base nos abre portas para criar conteúdos incríveis que podem surpreender ao cliente e a quem nos acompanha nas redes.

Quando você sabe detalhes do que vai divulgar, transmite confiança pra quem recebe a mensagem (seja vídeo ou foto), afinal, não basta mostrar que usa o produto do cliente; é necessário saber a sua origem, seus detalhes e o apresentar para a audiência como algo indispensável.